Compartilhe:

O Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial – IBDEE, por meio de sua diretoria e seus membros, manifesta consternação acerca da tragédia do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, localizada no município de Brumadinho/MG às 12:28 de 25 de janeiro último, evento este noticiado em escala global. Os efeitos ambientais e os prejuízos econômicos permanecem inestimáveis, ao passo que as perdas humanas, em número inédito em nosso país, constituem uma marca de dor para a sociedade brasileira.

Nesse contexto, o IBDEE, norteado pelos seus princípios e objetivos, notadamente no incentivo ao comprometimento ético dos agentes empresariais e políticos com foco no desenvolvimento econômico sustentável, registra que permanecerá vigilante para que as causas desta tragédia sejam adequadamente apuradas, os responsáveis sejam regularmente identificados e a justiça seja praticada, sob a perspectiva da lei, da ética e da moral.

Ainda, sob a ótica da gestão de riscos e da sustentabilidade, nosso instituto estará atento para que medidas de prevenção, detecção e remediação sejam adotadas de modo a ser possível mitigar de forma efetiva o risco de ocorrências de tragédias semelhantes.

Compartilhe: